Resenha: Assassinato na Casa do Pastor

Autora: Agatha Christie 
Editora: Galera Record 
Número de Páginas: 240


Sinopse: Um pacato vilarejo onde há quinze anos não ocorre um homicídio e onde as pessoas discutem a vida alheia tomando chá. Quando um sangrento crime acontece em plena casa do pastor, o alvoroço é grande. O arrogante inspetor Slack é escalado para investigar o caso. O mistério também intriga uma discreta moradora que gosta de jardinagem e de observar pássaros de binóculo, mas cujo principal hobby é o estudo do comportamento humano: Miss Marple. A estreia da sagaz velhinha, o aparecimento de personagens inusitados e a engenhosidade da trama fazem deste romance de 1930 um dos clássicos de Agatha Christie. 

Bom, como a sinopse já diz acontece um assassinato em St. Mary Mead, que é uma aldeia onde tem poucos habitantes e todo mundo sabe da vida de todo mundo, e esse assassinato acontece bem na casa do pastor Clement. Depois de muito burburinho, o inspetor Slack é chamado para investigar o caso. Mas, ele vai ter muita ajuda de vários habitantes de Mary Mead, inclusive do próprio pastor e de uma velhinha muito encantadora chamada Miss Marple. Essa velhinha tem como hobby observar as pessoas, nada passa despercebido pelos seus olhos e ela consegue ver tudo do seu jardim com o seu binóculos. Depois de algum tempo de investigação, alguém confessa o crime para a polícia. Mas será que após essa pessoa confessar, o crime vai estar 100% solucionado? 

Esse foi o primeiro livro da Christie que eu li. Depois de uma pesquisa eu vi que esse é o primeiro livro com a personagem Miss Marple, que é uma velhinha que ajuda a investigar os crimes em vários outros livros. Confesso que de início eu não fui muito com a cara dessa personagem, ela me pareceu bem intrometida na vida das outras pessoas, mas isso logo passou quando eu percebi o quanto ela era esperta e o quanto ela ia ser importante para ajudar nesse mistério.
É um romance policial e eu li o livro inteiro pensando "Cara, que genial!". A Christie consegue construir a história de uma maneira perfeita. No começo eu tive um pouco de problemas com o excesso de personagens, mas isso logo passou quando eu fui me familiarizando com os mesmos. E todos os personagens são importantes para o desenvolvimento da história, nenhum está ali só por estar. Então, pra quem tem interesse em ler o livro eu indico fazer uma listinha de todos os personagens que aparecem até o meio da história e colocar o que cada um faz. Acredite, essa listinha vai fazer bastante diferença para a compreensão do final da história. O que me fez tirar meia estrela do livro foi que eu achei que a autora enrolou muito pra chegar ao final da história, teve muitas páginas desnecessárias para a história em si, mas fora isso eu adorei o livro! 

Apesar de ser um livro publicado em 1930 a escrita e a narrativa da autora fluem de uma maneira ótima. E o interessante é que ela constrói várias histórias de vários personagens em cima desse assassinato, o que me fez querer ler cada vez mais. Depois desse livro eu quero ler vários outros da Agatha Christie e inclusive os que tem a encantadora Miss Marple. Eu indico para todo mundo que adora um romance policial bem escrito e bem desenvolvido!

Nota:


Onde comprar: 



Sobre a Autora:


Nascida Agatha May Clarissa Miller, ela se casou em 1914, com o Coronel Archibald Christie, um aviador da Força Aérea britânica. Com ele, teve sua única filha, Rosalind. Durante a Primeira Guerra, Agatha trabalhou como farmacêutica, o que lhe proporcionou, segundo consta, grandes conhecimentos sobre poções e veneno, que seriam mais tarde empregados em suas obras. Considerada a "Rainha do Crime", Agatha Christie aliou uma imaginação brilhante à sua grande habilidade como narradora, para conquistar gerações de público para suas histórias de mistério e suspense. Seus livros já venderam mais de 2 bilhões de exemplares.

Share:

5 comentários

  1. Oi, parece ser um livro muito bom, sinopse muito chamativa, apesar da Agatha ser muito aclamada no meio literário, eu ainda não consigo ler, talvez a escrita dela me canse, acho a trama toda muito genial, mas os diálogos me deixam lenta na leitura, já abandonei 3 livros dela, tenho mais 3 novos sem ler, ensaiando para dar uma nova oportunidade leitura, acho o mistério em torno dos assassinatos genial, mas os diálogos dela que me cansam!

    ResponderExcluir
  2. Ola. Tudo bem? Agatha é clássico, confesso que sou apaixonado pelo universo do suspense, do mistério, adoro o gênero policial, mas nunca peguei nada dela para ler, vejo muita gente falar que sua narrativa é um pouco enrolada, apesar de você me dar uma nova visão. Abraços!

    Evandro Roldao - Dark Books

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu sou completamente apaixonada pela rainha do crime. Já li algumas das obras dela e cada vez que leio algo novo sempre me surpreendo. Como sou péssima co investigação, nunca descubro o criminoso, e gosto disso. Todos os livros que li dela tinham o Poirot como investigador, mas tenho muita curiosidade de ler os que tenha a Mrs Mophe, pois ela parece sensacional. Adorei a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Heey! Eu sempre quis ler um livro da Agatha, mas nunca tive a oportunidade de ter um livro delas em mãos. Acho que vou procurar em ebook mesmo. Adorei seu blog, ainda não conhecia e ja vou seguir. Abraços.
    https://diarioleitorblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. oiee

    cara, eu pago pau pra Agatha mas na verdade nunca li nada dela. já comecei um livro mas eu era menor e não dei conta de terminar e até hoje não dei outra chance, mas por preguiça sabe? hahahahah

    adorei a resenha!

    ResponderExcluir