segunda-feira, 8 de maio de 2017

Resenha: Insurgente

Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Número de páginas: 512

Bom, primeiro eu queria começar dizendo que essa é a resenha do segundo livro de uma série, ou seja, terá spoiler do primeiro livro. Então se você ainda não leu Divergente, eu não indico que você leia essa resenha. A não ser que você não se importe com spoiler! 

Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. 






Divergente termina quando a Erudição controla a Audácia através de um soro de simulação, para tentar acabar com a Abnegação. Depois do caos que foi essa guerra a história de Insurgente começa. A Audácia está dividida, entre os membros que estão do lado da Erudição e os membros que são contra a Erudição. Por conta dos caos, os membros da Audácia que são contra a Erudição estão refugiados na sede da Amizade. Mas não por muito tempo. 

A história do livro começa realmente a andar quando a Tris descobre que existe uma informação muito importante na sede da Erudição, que pode mudar a vida das facções, e poucas pessoas sabem que informação é essa. O que se passa nesse livro é um verdadeiro caos. A Abnegação está destruída, metade da Audácia se revela traidora e se junta à Erudição, e a outra metade se junta a Tris e Tobias para tentar vencer Jeanine, a líder da Erudição. 

Bom, eu achei o livro bem fraco em comparação ao primeiro. Mais da metade do livro foi encheção de linguiça, na minha opinião. O livro começa com um objetivo e na metade parece que esse objetivo se perde totalmente, e a história fica tão chata que dá vontade de parar de ler. Outra coisa que me irritou no livro foi que a autora não soube desenvolver os personagens. A Tris e o Tobias -principalmente- continuam cometendo os mesmo erros do primeiro livro. Parece que eles nunca aprendem! 

Eu gosto bastante da história que a autora criou, mas não gosto de como ela desenvolve. Principalmente nesse livro. Na minha opinião, o livro deveria ser escrito em terceira pessoa, porque aí nós não teríamos só o ponto de vista da Tris, que é bastante chato, vamos ser sinceros. 

Também não gosto de como a autora construiu os personagens. Nós sabemos como é a Tris e o Tobias, e como eles agem, pensam, falam, e suas personalidades, mas ela não se aprofunda nos outros personagens que também são importantes para a história. E isso me deixou irritada, porque a história em si não é só sobre a Tris e o Tobias, então eu gostaria de saber mais sobre outros personagens.

O que eu gostei desse livro foi que ele nos permite conhecer mais sobre outras facções, como a Amizade, que é uma facção que eu sempre fiquei curiosa em saber mais sobre. Outra coisa que eu gostei, foi o fato da autora ter nos mostrado mais sobre os sem-facções, ter nos contado como eles vivem e quais são os seus planos. 

Foi a minha primeira experiência lendo um livro no Kobo. E logo eu vou contar mais pra vocês como foi isso. Então fiquem ligados nos posts aqui do blog! 

Bom, eu achei um livro mediano. Sim, acho que poderia ter sido bem melhor. A autora poderia ter desenvolvido a história melhor, mas não aconteceu. E apesar de eu não ter gostado tanto desse livro, estou curiosa para ler o último livro da série (Convergente). Apesar de já saber o que vai acontecer no final, eu estou curiosa pra saber como a autora vai dar um desfecho para essa série. 

Onde Comprar:
Buscapé

Nota



Sobre a Autora

Veronica Roth (Cidade de Nova Iorque, 19 de agosto de 1988) é uma escritora estadunidense. É conhecida mundialmente por seus livros da aclamada saga Divergente. Roth é mundialmente conhecida por sua trilogia distópica composta pelos seguintes volumes: Divergente, Insurgente e Convergente.Foi indicada ao Goodreads Choice Award 2011 e ganhou em 2012 nas categorias Jovem Adulto Fantasia & Ficção Científica e Melhor Autora. Roth escreveu o primeiro livro da série durante suas férias de inverno em seu último ano na Universidade Northwestern. Sua carreira decolou rapidamente com o sucesso de seu primeiro romance, tendo os direitos cinematográficos do romance vendidos antes mesmo de ela se formar na faculdade.

13 comentários:

  1. Olá Thainá, tudo bem?
    Já li a série toda, e me decepcionei bastante. Eu até que gostei do segundo livro, mas o terceiro...Esperava muito mais. Enfim, é bom que você leia para tirar suas próprias conclusões né? Adorei a resenha sincera!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. ola, tudo bom. Bem nunca li o livro e embora vc tenha dado apenas 2 notas a ele. o livro me interessou bastante! mas como vc disse ja no começo, bem é melhor eu ler o 1 pra depois ir para a 2 ediçãokkkk bjsss Amei o seu blog <3

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Nunca li está série, pois não é um género literário que me agrade muito. E lendo sua resenha, acho que não me animei ainda para lê-los, mas gostei de sua opina sobre a série.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Ah eu amo um spoiler, pra mim eles abrem meus olhos ou atenção pra ter melhor análise crítica quando leio ou assisto. Amei sua resenha 💋

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro essa saga, gosto dos filmes também! Acho a ideia muito boa. Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  6. Nunca sabia desse livro mas vou procurar para ler e tirar minhas conclusões

    ResponderExcluir
  7. Nunca sabia desse livro mas vou procurar aqui na minha cidade para ler e tirar minhas conclusões já que você disse que o livro é legal mais não gostou da maneira que a autora contou

    ResponderExcluir
  8. Oi Thainá, tudo bem?

    Li a série inteira no início do ano passado, depois de ter assistido os primeiros filmes e gostei bastante. Não tem nem como comparar o livro com os filmes, pois a adaptação cinematográfica foi péssima, principalmente no segundo livro. Parece que outra história foi contada no filme e não o que li. Então, talvez esse seja um dos motivos que me fez gostar do segundo livro, mesmo achando que realmente tem muito enchimento de linguiça. Para mim, o terceiro livro é o melhor, mesmo com aquele final...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li o livro mas já vi o filme e gostei muito, mas como leitor acho que no livro a história é mais completa do que nos filmes, o livro é uma boa indicação de leitura quem gosta desse gênero de livros não pode deixar de ler, bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu nunca tive muito interesse em ler os livros dessa série, não sei, acho que a história não me atrai muito!

    ResponderExcluir
  11. Olá! Nunca li os livros da trilogia, mas comecei assistir os filmes, o Divergente achei bem diferente e com bastante ação, o Insurgente comecei a assistir mas não terminei, não achei a história interessante, ao invés de lutar a Tris se entrega e nem quis saber o final. Não sei se vou querer assistir o Convergente. Vou acompanhando suas resenhas e quem sabe me interesso. Parabéns pela resenha. Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Ela conseguiu o sucesso com seu livro bem nova né?
    Tentei ler Divergente e te confesso que não desceu, assim como você acho o ponto de vista da Tris chato e sim poderia ser em terceira pessoa, iria explorar mais a história.

    ResponderExcluir
  13. Olá! Eu tenho acompanhado os filmes mas ainda não li os livros. Uma pena que a leitura não agradou tanto. bjoooo

    ResponderExcluir