Resenha: A Lista do Nunca

Autora: Koethi Zan
Editora: Paralela
Número de páginas: 271

Sinopse: Depois de um acidente de carro que sofreram quando ainda tinham dez anos, Sarah e Jennifer, amigas inseparáveis, passaram anos escrevendo o que chamaram de Lista do Nunca: uma lista de ações e atitudes que deveriam ser evitadas, a qualquer custo, para que se mantivessem sãs e salvas. Numa noite, no entanto, ao entrarem em um táxi, o destino das duas garotas as levou a um lugar que certamente não considerariam nem um pouco seguro. Sequestradas por um homem frio e adepto do sadismo, elas ficam acorrentadas em um porão com mais duas garotas por três anos. Dez anos depois de conseguir fugir, Sarah ainda tenta levar uma vida normal. Seu contato com pessoas se limita ao porteiro e à sua psicóloga. Seu sequestrador, porém, está prestes a conseguir uma condicional e, mais do que preparar um belo discurso de vítima, Sarah sente que este é o momento de agir. Para isso, vai enfrentar seus terríveis traumas em busca de uma história que nunca fora revelada.
O livro conta a história de Sarah e Jennifer que sofreram um acidente de carro quando ainda eram crianças, esse acidente tirou a vida da mãe de Jennifer, depois disso Jennifer foi morar junto com Sarah e sua família e viraram amigas inseparáveis. A partir daí as garotas começaram a tomar todos os cuidados necessários para que sempre estivessem seguras. Elas fizeram a "Lista do Nunca", coisas que não deveriam fazer em nenhuma hipótese. Porem quando entraram na faculdade, por mais que tenham tentando seguir suas próprias regras, foram sequestradas quando entraram num táxi à noite. Dez anos se passaram e Sarah descobre que o seu sequestrador está prestes a ser solto, inconformada com isso ela tenta de qualquer jeito reunir provas para deter a saída dele. 

O livro é um thriller muito bem construído e estruturado. Ele alterna entre fatos que aconteceram na época que elas foram sequestradas e 10 anos depois. A história me prendeu do início ao fim. Mas acho que a autora pecou no final, ela quis fazer uma reviravolta na história toda nas últimas páginas, e comigo não funcionou, achei forçado demais. Apesar de ter gostado da história, achei que faltou algo, a autora poderia ter se aprofundado mais no tema. Mas fora isso, eu gostei muito do livro e recomendo pra quem gosta de um bom suspense e thriller psicológico. 

"Talvez seja isso o que fazem as pessoas bem ajustadas, elas se ajustam. E é isso o que significa ser jovem e preparado para a vida, você supera o passado, qualquer que seja ele, e se obriga a ser livre." 
Onde Comprar:
Submarino
Shoptime
Saraiva

Nota:




Share:

11 comentários

  1. Primeiramente estou encantada com sua estante de livros como banner do blog, é maravilhosoooo, sobre o livro a lista do nunca confesso que não é muito minha vibe de leitura mais sua resenha me fez pensar em dar uma chance.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!! Dá uma chance sim, talvez você goste mais que eu.
      Beijos

      Excluir
  2. Ai Ai Ai. Esse 'faltando algo" me assustou um pouco. Adoro livros com essa temática, mas eles tem que estar impecáveis se não não rola!
    Vou colocar ele na lista de quero ler, e quem sabe se surgiu a oportunidade eu não acabe conhecendo a história? kkkkkk

    Beijos da Nanáh!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lê que vale a pena, talvez você goste mais do que eu!!
      beijos

      Excluir
  3. Quando vejo que as resenhas tem "Faltando algo" eu deixo como segunda opção. Mas não é um livro que tinha despertado meu intersere, então não será surpreendente se eu nunca o ler.

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e leria só pelo fato de ser um thriller. Mas confesso que fiquei um pouco temerosa ao saber que o final foi forçado e que a autora não conseguiu fazer a reviravolta que ela queria. Vou deixar anotado aqui caso eu mude de ideia pra ler.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro mas gosto dessa temática. Sua resenha não me animou muito, mas quem sabe dou uma chance? Talvez funcione para mim.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que tenho medo dessas coisas, mas achei e sinopse interessante e talvez dê uma chance,mas também odeio quando o autor deixa a ação tudo no final e ai parece que foi tudo muito corrido, não aproveita bem os momentos.

    ResponderExcluir
  7. Então eu não conhecia esse livro,mas gosto bastante da temática;eu vou ler ele!!

    ResponderExcluir
  8. Oie tudo bem?
    Não sou muito de ler thriller, mas esse parece ser muito bom. Pela resenha entendi que passa uma mensagem que você pode ser a pessoa mais prevenida do mundo e ainda acabar sofrendo...
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, adorei a resenha e achei o assunto bem interessante. Mas não faz meu estilo de leitura e talvez eu não gostasse tanto. Mas caso tenha a oportunidade de ler, irei ler com certeza.
    Beijos

    ResponderExcluir